14 de fev de 2009

Poesia

Desejo

Se me fosse concedido um, apenas um desejo.
Pediria que não mais houvesse distância
Ou então que não houvesse mais medo
Para que a coragem envolvesse-me de tal maneira
A ponto das palavras saírem sozinhas de minha boca
Se me fosse concedido apenas um desejo
Desejaria que meus olhos tirassem fotografias
Fotografias do teu rosto, do teu sorriso, de tuas vestes
Para ter-te como parte de mim
E assim ninguém mais poderia arrancar-te desse meu eu
Que insiste em ser teu.

Mauren Hoara

Nenhum comentário:

Postar um comentário