8 de ago de 2009

Sociedade Literária no Orkut

Participe da comunidade da Sociedade Literária Mensageiros no Orkut! Segue aqui o link http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=81624541 . Acesse!

Perdas compartilhadas na Sociedade *

Mutação

Na minha constante busca por algo que nem mesmo sei o que é, me perdi. Perdi minha inocência que muito alimentava minha esperança. Fui de encontro aos meus preceitos, me enganei. Assim, abri meus olhos. Perdi a vontade de correr atrás daquilo que não posso achar, agora sei que para se ganhar às vezes é necessário se perder. Através de meus erros, perdi meus medos. Por isso, não temo ganhar um não, nem cair, nem parar. Eu tinha uma ilusão que me fazia idealizar pessoas, imaginar ações e pensar na perfeição dos sentimentos. Acreditei que um gesto significaria uma vida, uma noite, seria para sempre um olharm um compromisso. Mas perdi meu credo, me fiz forte, ganhei coragem. A cada lágrima que rolou por minha face, a cada suspiro e a cada vez que sonhei foi em vão; só fiz afundar-me em uma mar de influências. A cada decepção perdi a vontade de tirar os pés do chão, escrever linhase linhas e depois concluir de que nada adiantou escrever tanto se o motivo de tais palavras não era nem mesmo real.
Verdade seja dita, perdi uma bagagem que a literatura, a carência e a adolescência a mim presentearam . Me senti só. Me senti vazio sem aquilo que em mim tanto amava e que julgava ser tão puro. Pois, aí está a grande verdade. Esta foi minha grande perda, a tal da pureza, que se foi para nunca mais voltar .Se é errando que se aprende percam-se os anéis... Então, minha criança que foi jogada indefesa em meio a famintos lobos, foi sacificada. Morreu na hora certa, sua morte invocou o homem e este aprendeu com ela em seu tempo de vida. Nasceu de frágil casulo e sua essência traz consigo coragem e sabedoria.
Perdi parte de mim, simplesmente coisas que de fato para trás deixei. Pedi meu castelo de areia e construo agora um mais forte, robusto. E lá no fundo dessa grande muralha está o tesouro
que guardo em indestrutível redoma. Se me perdi na escuridão das trevas, fiz a luz, depois de tudo só quem decifrar meus enigmas violará minha redoma. Se irei me perder novamente só o destino sabe, se irei cair e machucar-me só a vida me responderá.
Certamente, erros trazem riscos e estes experiências e com eles as nossas armas. Que venham os gigantes, para estes estou preparado, pedi meus medos e ganhei minha força. Para me vencer agora nem para a própia morte será tarefa fácil.
John Gomes
*Leitura em uma das oficinas sobre o sentimento de perda que trabalhamos na Sociedade

5 de jul de 2009

Os escritores da Sociedade


Cada qual no seu estilo, mas futuros autores que se reunem todos os sábados em tardes cinzentas, frias ou chuvosas. Durante um mês trabalhamos com uma temática pré-estabelecida: o sentimento da perda através de poesias de Elizabeth Bishop, músicas de Cazuza, Adriana Calcanhoto, Chico Buarque e imagens que produziram longas reflexões. Os integrantes da Sociedade produziram vários textos embasados na temática proposta e em breve estaremos publicando em nosso blog!

10 de abr de 2009

1º encontro da Sociedade Literária Mensageiros em 2009

Em uma tarde fria e acreditem , desprovida de energia elétrica, os participantes da Sociedade Literária deste ano, se reuniram em um bate-papo descontraído a respeito de literatura, experiências com a escrita, projetos para expandir suas publicações, enfim, a falta de luz não impediu a claridade das cabeças pensantes naquele sábado cinzento. Um grupo forte, disposto a trabalhar e a produzir literatura (com muito estudo) de alto nível. Um verdadeiro garimpo de talentos! Ate o proximo encontro!

22 de mar de 2009

Sociedade Literaria abre incrições

Você gosta de escrever ? Quer publicar ou discutir suas produções? Então esta na hora de desengavetar seus escritos e participar da Sociedade Literaria Mensageiros! Recitais poéticos, oficinas de literatura, intervenções poéticas e muito mais para quem faz da escrita uma arte!Inscrições: de 30 de março a 03 de abril Das 15 a 17:30 h no Teatro Mensageiros (Rua General Sampaio, 1133) Participação no projeto e inscrições gratuitas!!!!Serão 30 vagas limitadas!!!!!!Inicio das atividades: 04 de abril às 17h no Teatro Mensageiros

Coordenação do projeto: Vanessa Regina Participem!!!!!!! E divulguem!!!!!!!!!!

16 de mar de 2009

23 de fev de 2009

Sociedade Literária Mensageiros na Semana da Mulher 2009

A Sociedade Literária Mensageiros, projeto integrante da Associação Cultural Mensageiros, uma entidade sem fins lucrativos, estará presente na Semana da Mulher promovida pela Prefeitura Municipal de Alegrete com a apresentação de Sarau Poético “Vozes Femininas” com textos de Cecília Meireles, Cora Coralina, Florbela Espanca, Hilda Hilst e Elizabeth Bishop . O sarau será apresentado no dia 02 de março às 18:30 na Câmara Municipal de Alegrete e contará com a participação das atrizes e poetizas Renata Prates e Melissa Corrêa . Prestigie!

14 de fev de 2009

Poesia

Desejo

Se me fosse concedido um, apenas um desejo.
Pediria que não mais houvesse distância
Ou então que não houvesse mais medo
Para que a coragem envolvesse-me de tal maneira
A ponto das palavras saírem sozinhas de minha boca
Se me fosse concedido apenas um desejo
Desejaria que meus olhos tirassem fotografias
Fotografias do teu rosto, do teu sorriso, de tuas vestes
Para ter-te como parte de mim
E assim ninguém mais poderia arrancar-te desse meu eu
Que insiste em ser teu.

Mauren Hoara

9 de fev de 2009

Intervenções Poéticas

Posted by Picasa

Sarau Poético Vinicius de Moraes 2007 e 2008

Posted by Picasa

Sarau Poético Hélio Ricciardi 2006

Posted by Picasa

Sarau Mário Quintana 2006

Posted by Picasa

Poesia

Há uma gota de indecisão a cada dia
Que forma um imenso mar de dúvidas em minha vida
Sonhos que vão como folhas ao vento
Que viajam para não mais voltar!

Desejos perdidos no tempo
Que custo a encontrar
Caminhos que levam a lugares obscuros
Lembranças que são absurdamente imaturas

Sussurrar ao teu ouvido,
Porém não mais me pertence.
Verdadeiros pesadelos tenho constantemente como se viessem para torturar-me.

A mim só resta charlar,
Porque terei assim um entretenimento
A cada dia de minha vida sem você.


Melissa Corrêa

3 de fev de 2009

Poesia

Mesmo você não me vendo, estarei te olhando
Mesmo não te tocando, estarei te sentindo
Por onde você passar, estarei te seguindo.
Nos teus olhos eu me vejo com teu sorriso
No teu corpo está meu desejo
Na tua alma os meus sentidos.

Renata Prates

28 de jan de 2009

Qual o custo para participar do projeto ou das oficinas?

Todo e qualquer projeto e/ou atividade desenvolvida no Teatro Mensageiros (em sua sede) é totalmente gratuita, inclusive a participação em oficinas.

Como funcionam as oficinas literárias?

As oficinas literárias são promovidas também para o público em geral, ou seja, aquelas pessoas que não fazem parte do projeto, mas que desejam desenvolver a arte da escrita. não necessitando tornar-se integrante da Sociedade. As oficinas também serão mediante inscrição prévia e gratuita em vagas limitadas. Haverá também a participação de outros profissionais da área para ministrar as oficinas.

Quais as atividades desenvolvidas pela Sociedade Literária Mensageiros?

Além da publicação dos textos produzidos pelos participantes através de coluna semanal no Jornal Em Questão (mídia impressa local), são apresentados recitais poéticos, intervenções poéticas, exercícios de estímulo à escrita e oficinas literárias que promovem noções de formação técnica dos autores. O objetivo maior além de revelar talentos anônimos é lançar um livro com a produção dos integrantes do projeto.

Quando o início do projeto neste ano?

Os encontros começam a partir do dia 04 de abril, nos respectivos horários citados acima.

Onde acontecem os encontros da Sociedade Literária?

Aos sábados às 17 h no Teatro Mensageiros, Rua General Sampaio/1133.

Como faço para participar do projeto?

A participação se inicia através da inscrição gratuita em datas e horários pré-estabelecidos e divulgados pela Associação Cultural Mensageiros através da mídia. A freqüência dos participantes durante o ano é requisito básico para integrar as atividades desenvolvidas no projeto.

Quem coordena o Projeto?

A acadêmica de Letras e escritora Vanessa Regina.

O que é o Projeto Sociedade Literária Mensageiros?

A Sociedade Literária Mensageiros criada em março de 2006 em Alegrete é um projeto integrante da Associação Cultural Mensageiros, entidade sem fins lucrativos, e atua com o intuito de promover, estimular e desenvolver a criação e produção literária de seus participantes.
A Sociedade Literária além de divulgar escritores anônimos de nosso município busca recuperar a arte literária como expressão artística imprescindível para a transformação de nossa realidade social, oportunizando a comunidade acesso e liberdade para construírem através da palavra um senso crítico mais apurado. Parafraseando Drummond, a luta mais vã com as palavras torna-se um desafio para quem deseja dominar a técnica e o talento da arte de escrever. O conhecimento do fazer poético, diga-se de passagem, os inúmeros gêneros literários, possibilita ao artista e estudioso da escrita a possibilidade de aprimoramento de sua natureza literária. E são através de oficinas voltadas para a explanação, técnica e prática poética que a Sociedade Literária busca priorizar os novos talentos de nossa região. O conhecimento de autores e obras de importância reconhecidamente relevante e se realiza através da pesquisa, produção, organização, montagem e apresentação de recitais poéticos, utilizando-se da arte da leitura e dramatização de poesias.

Avante companheiros escritores (e alegretenses) !

Essa é mais uma iniciativa da Sociedade Literária Mensageiros que busca divulgar autores anônimos de nossa cidade e consolidar um panorama cultural e literário nos arredores da aldeia.